Menu

São presos 159 suspeitos de integrar quadrilha de milícia com ramificação na Costa Verde 

11 ABR 2018
11 de Abril de 2018

Rio de Janeiro – O Tribunal de Justiça do Rio, após audiência de custódia que durou aproximadamente 15 horas, manteve a prisão preventiva das 159 pessoas presas, depois de uma operação policial de combate à milícia que, segundo investigações, revela que a quadrilha tem ramificação nas cidades da Baixada Fluminense e Costa Verde.

A audiência foi realizada no Fórum Central pelo sistema de videoconferência e os custodiados estavam representados por advogados ou pela Defensoria Pública. Devido ao grande número de detidos, que aguardavam para serem ouvidos do Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, onde estão presos, os depoimentos foram apresentados à juíza  em grupos de 20 pessoas.

A audiência de custódia é o instrumento processual que determina que todo preso em flagrante seja levado à presença da autoridade judicial para que avalie a legalidade e necessidade de manutenção da prisão.

Voltar
Tenha você também a sua rádio